Follow by Email

domingo, 21 de novembro de 2010

Ihh!! E agora? Este ou esse?



Outra dúvida frequente é: quando uso “este” ou “esse” nos meus textos?
Além do uso corriqueiro de “este/esta/isto” quando o objeto está na sua mão, e “esse/essa/isso” quando está próximo, porém não nas mãos, usa-se:
 “Este/esta/isto” para falar de algo ainda não mencionado. “Este/esta/isto” são expressões catafóricas, ou seja, aquilo à que elas se referem vêm depois delas, consequentemente, ao passar por essas expressões, você ainda não sabe do que ou de quem elas estão falando. Um exemplo para você entender melhor:
Este é um assunto que necessita de especial atenção: a importância da educação.
Percebeu que você só ficou sabendo qual o assunto “a importância da educação” depois do pronome “este”?
Já “esse/essa/isso” são expressões anafóricas, ou seja, aquilo à que elas se referem vêm antes delas, consequentemente, ao passar por essas expressões, você já sabe do que ou quem elas estão falando. Um exemplo:
A importância da educação. Esse é um assunto que necessita de especial atenção.
Viu a diferença? Quando usei “esse”, você já sabia do que se tratava.
É assim, simples.

Contudo, há outro uso. Preste atenção!
Este x aquele
Sabe quando você vê aquelas frases do tipo:
Roberta e Daysi são estudantes de Letras. Esta mora em Itajaí e aquela, em Itapema.
...e você se pergunta: “Quem mora onde?”
A expressão “esta”, nesses casos, refere-se àquela que está mais próxima; e “aquela”, ao que está mais longe, portanto Daysi é de Itajaí e Roberta de Itapema.
Lembre-se de tirar proveito disso nos seus textos, evita a repetição de palavras.

Por que usei “disso” e não “disto”?
Porque você já sabe do que estou falando: do uso de “este” e “aquele”.
Espero ter ajudado! Conte sempre comigo..:-)


Nenhum comentário:

Postar um comentário