Follow by Email

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Cuidado com o Mesmo!


Algo que tenho encontrado muito ultimamente em lojas, em elevadores, até em trabalhos acadêmicos de mestrado e doutorado, é o uso da palavra mesmo substituindo pronomes - ele, ela, o, a, etc.
Vocês já prestaram atenção nesta famosa frase de elevador?
*"Antes de entrar no elevador certifique-se que o mesmo está parado no andar."
Quem é o mesmo?  Seria um monstro saído das cavernas? Há até uma brincadeira entre professores de português: “Quando entrar no elevador, cuidado com o Mesmo. Ele pode estar lá e poderá te atacar!”.
Em lojas também isto acontece: “Aceitamos cheques somente se o mesmo for do correntista”. Será que é o mesmo “Mesmo” do elevador??!!!
Por que não escrevem as frases assim:
 Aceitamos cheques somente do correntista.
Antes de entrar no elevador verifique se ele está parado no andar.
A palavra mesmo quer dizer: exatamente igual, semelhante, análogo, etc., sempre no sentido de duas ou mais coisas iguais, nunca poderá substituir um pronome.
Já me disseram que acham chique o uso do “mesmo” dessa maneira. Não façam isso, está tão incorreto! O dicionário Aurélio faz um alerta de que esse uso é deselegante e inapropriado e traz como exemplo: falei com ele, ou falei-lhe – nunca falei com o mesmo.

Lembrem-se: mesmo não é um pronome e nem pode substituir um. Use ele, ela, o, a, lhe, o próprio nome...

3 comentários:

  1. Esses textos com dicas, sempre pequenos e muitas vezes com humor são perfeitos. Dei gargalhadas. Bjsssss

    ResponderExcluir
  2. Professora Janete, desde que você me falou isso,eu ando reparando em tudo. Já vi em ônibus, já vi professor de faculdade falando, em textos, não dou muito tempo pra esse termo incorporar-se a língua portuguesa.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Vinícius, bem verdade! É assim que expressões acabam ganhando espaço - quando vira mania nacional. Os gramáticos acabam dizendo "Tá bom! Tá bom!", e os puristas ficam de cabelos em pé...:-)
    Beijos para você!

    ResponderExcluir